segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Tens habilitação própria? Então 'bora!

Há assuntos/matérias que eu evito, por uma ou outra razão: evito.
Há assuntos que (sinceramente) me perturbam neste país.
O funcionalismo público é um deles (um dia explico isto).
Mas há uma outra classe que mexe comigo: são os "pretensos" professores.
Esta eu explico: é aquela gente que sai da universidade com "habilitação própria" para dar aulas.
O problema é que esta gente (boa parte, embora não generalize) sai da universidade convencida que o estado tem obrigação de lhes arranjar emprego e de preferência, com entrada directa para os quadros.
Esta conversa vem a propósito de um artigo de opinião publicado no Açoriano Oriental desta segunda-feira, escrito por Joaquim Machado.
A certa altura, diz o autor: "A verdade é que o país sufoca com tantos desempregados habilitados para o exercício da docência, disponíveis para abraçar a profissão e a vocação em qualquer lugar."
Eheheheheheh.

E por mais que as universidades dêem formação sem pensar sequer se existem lugares disponíveis no mercado de trabalho ou se aquela área está saturada, o estado é que continua a ter culpa?
E mais: terá o autor, conhecimento de quantos serão os milhares de portugueses que não trabalham na área para a qual têm habilitação e/ou vocação?

2 comentários:

Jordao Farias disse...

Sim senhor! Afinal já somos alguns a pensar da mesma forma!

André disse...

Esse cromo realmente diz cada baboseira... No nosso blog já tivemos belas discussoes por causa disso! Cambada de malandros!