sábado, 5 de setembro de 2009

Após a participação na BlogConf, algumas considerações

Escrevi aqui ontem que, o mais tardar, publicaria hoje algumas considerações acerca da BlogConf do PS Açores com Ricardo Rodrigues, na qual participei como blogger convidado.
As minhas considerações visam acima de tudo a forma, em detrimento do conteúdo: para além de ser jornalista, acresce o facto de não me identificar em especial com qualquer partido português (embora não considere isso como uma obrigação dos profissionais da comunicação social) e muito menos sou militante, por isso, cá vai:

- acho a iniciativa meritória, embora considere que poderia ter sido realizada noutro formato menos "formal", com mais liberdade: mais diálogo, menos limitações de pergunta-resposta, embora reconheça que essas limitações foram por várias vezes esquecidas e houve a possibilidade de perguntar mais qualquer coisa, depois da resposta à primeira pergunta.

- Ricardo Rodrigues bem tentou no início levar a conversa para um nível o mais informal possível, mas os bloggers não deram hipótese. Infelizmente.

- neste tipo de iniciativas, qualquer participante ou convidado corre o risco de ficar conotado com a entidade que a organiza (partidária ou não, se bem que com partidos, a conotação assume contornos mais "intensos" e "inquietantes"). Confesso que também por isso, demorei alguns dias a aceitar o convite.
Para além disso, acho que o PS poderia ter resistido à tentação de integrar nos bloggers convidados, um blogger deputado do PS Açores: Alexandre Pascoal. Não havia necessidade.

- a conversa com Ricardo Rodrigues e com os bloggers que participaram não deixou de ser interessante, embora se tenha tornado, por algumas vezes, algo monótona: isto porque foram feitas algumas perguntas demasiado "técnicas". Na área da justiça, por exemplo.

- Fazendo um "balanço" (à minha participação, claro) não dei o tempo por perdido, obviamente, até porque o diálogo / debate político ou com políticos é uma área que não me deixa indiferente.

- também por isso, claro que (e tal como se lia na T-shirt que levei ao evento, embora já a tenha usado por diversas vezes) é preciso perceber que "EU VOTO - NEM QUE SEJA EM BRANCO)

4 comentários:

Tiago R. disse...

Foi só Alexandre Pascoal o único deputado? E Francisco César?

Penso que as blogconfs organizadas por partidos funcionarão muito melhor fora dos periodos eleitorais. Veremos que partidos terão vontade de as fazer...

PS (é mesmo post scriptum!): tenho de arranjar uma t-shirt dessas!

H. Blayer disse...

Francisco César foi moderador do debate.

Rui disse...

Caro Hélder,

Foi anunciado que Francisco César ir participar da conferência na mesma posição que os restantes. Se foi alterado à última da hora, é porque a organização compreendeu (e ainda bem) que não fazia nenhum sentido ter deputados do PS, nem um, nem muito menos, dois.

Penso que iniciativas destas são meritórias, mas esta falhou porque foi campanha eleitoral, pura e simplesmente. Tivessem sido convidados outros candidatos de outras cores políticas e tivesse tido lugar num espaço "neutro" e muitos mais bloggers teriam aceite o convite. Confesso que um modelo assim poderia cair em debate entre os candidatos, mas poderia ser num espaço neutro e serem convidados candidatos doutras cores, à vez.

De resto, espero que o vídeo da conferência não tenha "cortes".

quazorean disse...

Não pode ter sido fácil isto, principalmente por causa de ter reunido tantos bloggers de opiniões politicais diferentes e tu ser o unico jornalista lá. Gostei de seguir no Twitter e tb de ler as tuas considerações aqui. Obrigada por teres partilhado e espero ver o T-shirt andando numa rua de PDL um dia destes! :-)