quarta-feira, 24 de junho de 2009

Alguém me explica? Please? SATA? Hello?

Simulações no site da SATA: Viagem p/1 pessoa - Ida (a 3/7) e volta (a 7/7) Ponta Delgada - Terceira.

RESIDENTE NOS AÇORES

TURISTA (NÃO RESIDENTE) nos Açores

ADULTO NÃO RESIDENTE
Ora então vamos lá:
Residente -> 167,86 Euros
Adulto NÃO Residente -> 164,86 Euros
Turista NÃO Residente -> 161,86 Euros
Afinal? É que fiquei mesmo sem perceber. Vale mais ser turista nos Açores, é?
Site "intuitivo" diz a Sata... (?!?!?) de "fácil utilização" e de "fácil interpretação" (?!?!?).
Mas que raio é isto afinal? Será a tarifa Flex? A Semi-flex?
Raios partex!

2 comentários:

quazorean disse...

Well, perhaps we can all become tourists. As far as I know, there is no special documentation required for that, is there? This is baffling.

Arthur disse...

a ser verdade, acho mesmo muito bem. não sei qual é a crise. residente, turista, não residente... qual é a diferença? como companhia de bandeira, na defesa dos interesses da Região e dos seus próprios interesses, qual é a crise de se estabelecer uma tarifa única sem discriminar a origem ou residência do passageiro? quem ficava a ganhar com a uniformidade das tarifas? os passageiros (residentes, não residentes e/ou turistas), a própria companhia que potenciava a malta a utilizar os "usados" novos aviões; a economia; o turismo; e os restantes etc adjacentes.
assim falas porque não estás abrangido por uma estúpida regra inventada em 2002 e aplicada desde 2004 que não permite aos estrangeiros residentes na região usufruirem da dita tarifa de residente. é por essas e por outras que vos vejo todos aos vómitos quando ouvem os anúncios da SATA com tarifas "low cost" na Madeira... como se diz cá na terrinha: "papa lá essa"!!!!!!!!!

P.S. - pronto, confesso, estiquei-me. Mas essa questão deixa-me pior que urso!!!!!!!!!!